Museu Paranaense – Curitiba – PR

Esta semana começa a blogagem coletiva da RBBV, com o tema #MuseumWeek 2017, e para nós, que recentemente fomos integrados à rede de blogueiros, é um prazer participar pela primeira vez.

No final deste post se encontra a lista de todos os blogs participantes, cada um com um belo relato sobre o tema.

Museu Paranaense – Curitiba/PR

Museu… esta palavra ao longo da história da humanidade teve bastantes conceitos culturalmente variados. Da mesma forma, signos, símbolos, apropriações, representações, memórias coletivas e individuais, significantes, significados, identidades, que são ferramentas de compreensão museológica, passaram por transformações culturais.
Independentemente de como foi utilizado ao longo da história, na minha opinião, suas apropriações habilitaram o universo museológico a coabitar nas diversas comunidades com característica mais contemporânea, retirando-lhe estigmas conceituais de ser santuário, ou mesmo um depositário de coisas inservíveis. Ao contrário, tornou-se um espaço de trocas, reflexão, didática, enfim, um lugar dinâmico e vivo, sempre pronto a oferecer algo além!

É nesse sentido e com essa visão que visitamos museus mundo afora! Hoje, gostaríamos de compartilhar sobre um desses lugares: o Museu Paranaense .

Museu ao fundo da Feira do Largo da Ordem

Sob nenhum pretexto de querer hierarquizar importância, elegância, fama ou riqueza de acervo, fizemos essa escolha em razão de uma peça que na verdade integra o conjunto arquitetônico do museu. Posteriormente falaremos sobre ela.
O Museu Paranaense é bastante antigo e seu acervo é misto, composto por doações de coleções privadas e algumas peças públicas. Tem uma expografia que merece mais atenção e investimento, mas mantém informações úteis nas suas fichas técnicas orientando e relacionando momentos históricos e seu acervo. Vale a pena conhecer.

Parte do acervo do Museu Paranaense
História da indústria paranaense
Espaço interativo – as crianças se divertem
Instrumentos de tortura usados no século XIX na América escravocrata
Acervo pelos olhos do nosso filho de 5 anos

Quanto ao destaque, refiro-me à obra que fica na entrada do museu, especificamente no jardim.

Um bloco de concreto com uma grande arma de fogo artisticamente cunhada, em escala favorável, com o cano torcido em nó. Essa particularidade se contrapõe ao momento que se vive no país e no mundo: tantos eventos tristes envolvendo armamentos…
Portanto, essa obra, que não é necessariamente do acervo, mas compõe o conjunto arquitetônico, tomou ares de tamanha importância, pela sua beleza, pelo silêncio reflexivo que ela produz! E, principalmente, por ser dessa forma que as armas devem ser encontradas: inoperantes!

Na placa abaixo dessa rica arte, soubemos que ela é uma réplica da escultura criada por Carl Frederik Reuterswärd em 1980, em memória a John Lennon e doada à Yoko Ono, que, por sua vez, doou-a para as Nações Unidas, onde atualmente se encontra exposta, em Nova York. Existem algumas réplicas como esta espalhadas em outras cidades do mundo (Stockholm, Londres, Berlin, Moscou, Cidade do Cabo, dentre outras) e a única no Brasil está nos jardins do Museu Paranaense, em Curitiba/PR.

O museu fica no centro da cidade, com fácil acesso, entrada gratuita, e abre também aos domingos. Quem vai visitar a Feira do Largo da Ordem pode aproveitar e conhecê-lo.
Mais uma vez o museu desempenhando sua função transformadora e enriquecendo uma viagem!

Texto: Wagner Aquino e Andrea Santos

Aprendendo em viagens – Não à violência

Confira também os ótimos posts dos demais blogs participantes do #MuseumWeek 2017:


1) Trilhas e Cantos:  Museu Casa dos Contos, em Ouro Preto, Minas Gerais.

 2) Tá indo pra onde?: Museus e experiências além do básico em Barcelona  

3) Mariana Viaja: National Gallery of Art, em Washington;

4) Turistando.in: Visitando o Museu de História da Arte de Viena (Kunsthistorisches Museum);

5) Vamos Por Aí: Meus Museus Favoritos;

6) Viajar correndo: Museu Light da Energia, Rio de Janeiro;

7) Guia do Nômade Digital: Galeria 11/07/95: Galeria sobre o Genocídio na Bósnia e Herzegovina;

8) Uma Viagem Diferente: 4 Museus Imperdíveis em Florença;

9) Quase Nômade: Museu Iberê Camargo, em Porto Alegre;

10) Gastando Sola Mundo Afora: Museo de Arte Precolombino de Cuzco;

11) Passeios na Toscana; Florença do alto: as Torres abertas à visitação;

12) Cantinho de Ná: Museu do Futebol em São Paulo: paixão, história e entretenimento;

13) Destino Compartilhado: Museu Lasar Segall;

14) Entre Polos:  Museu Nacional do Hermitage – São Petersburgo – Rússia;  

15) Do RS para o Mundo: Centro Português de Fotografia – Porto/Portugal;

16) Mulher Casada Viaja: Exploratorium – Museu de São Francisco, Califórnia;

17) TurMundial:  Museu do Picasso em Málaga, Barcelona e Antíbes;

18) Farrabadares: Memorial São Nikolai em Hamburgo;

19) Itinerário de Viagem: MET Museum em Nova Iorque;

20) Viajar hei: Museu Imperial – Petrópolis – Rio de Janeiro;

21) Sol de Barcelona: Museu Olímpico e do Esporte – Barcelona;  

22) Família Viagem:  Children’s Museum of Houston – Texas com crianças;

 23) Viaje na Web: American Museum of Natural History – Museu de História Natural de Nova York;

24) Aquele Lugar: Museus do Vaticano – Roma – Itália;

25) Viagem LadoB: Ilha dos Museus – Berlim;

26) Viajento: Museo Santuarios Andinos – Arequipa, Peru;

27) MEL a Mil pelo Mundo; Museo de Ciências Naturais de Madrid;

28) Caixa de Viagens; Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World em Vevey, Suíça;

29) Let’s Fly Away: Museu Botero, Bogotá, Colômbia;

30) Viajo com filhos: Nemo Science Museum, em Amsterdã, Holanda;

31) Sonhando em Viajar: Catetinho, em Brasília, Brasil;

32) Viajoteca: Batik na Indonésia: Museu Têxtil em Jakarta, Indonésia;

33) Mochileza: Museu do Automóvel de Turim, Itália;

34) Comendo Chucrute e Salsicha: Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Argentina;

35) 1001 Dicas de Viagem: Museu Histórico de Berna, Suíça;

36) Estrangeira: 8 Museus Imperdíveis em Barcelona, Espanha;

37) Devaneios de Biela: Museu Nacional da Finlândia em Helsinki;

38) ILoveTrip: Top 7 Museus em Brasília que você precisa conhecer;

39) Me Deixa Ser Turista: Conheça o Museu da Revolução, em Havana;

40) A Fragata Surprise: Museus de Florença – Guia de Sobrevivência;  

41) Direto de Paris: Os Museus de Troyes.

42) A Vida é Como Um Livro: Galeria Nacional da Noruega;

43) Ligado em Viagem: Beco do Batman é museu de grafite e arte de rua em São Paulo 

 

42 opiniões sobre “Museu Paranaense – Curitiba – PR

Curtiu? Conta pra gente!